Nossas Notícias de Cyber Security

Como as políticas de governança de dados afetam a segurança cibernética

Como as políticas de governança de dados afetam a segurança cibernética

A segurança cibernética protege uma ampla gama de ativos eletrônicos.

Mas os dados são os mais importantes!

Quando você resume tudo, a maioria das práticas e tecnologias de segurança cibernética se concentram em informações confidenciais, direta ou indiretamente. Dada essa relação, a segurança digital mais eficaz se alinha perfeitamente com conceitos como governança de dados.

Por mais próximas que possam estar, a governança de dados e a segurança cibernética são práticas separadas. No entanto, se você quiser se tornar o mais seguro possível, precisará implementar políticas de governança em suas defesas de segurança cibernética. Aqui está uma visão mais detalhada da governança de dados e como ela afeta a segurança cibernética.

Essas políticas detalhadas e aprofundadas giram em torno de dois pilares centrais — descoberta e categorização. Para desenvolver políticas e práticas eficazes para o uso eficaz de dados, primeiro você precisa entender quais dados você possui e como pode organizá-los. É aqui que a governança e a segurança cibernética efetiva começam a se sobrepor.

A descoberta é o primeiro passo para a segurança, pois você só pode proteger razoavelmente o que entende. Ao empregar políticas de governança de dados, você descobrirá toda a extensão das informações de sua organização, onde elas estão, o que fazem, quem pode acessá-las e muito mais. Esse contexto pinta uma imagem melhor do seu cenário de risco, incluindo o que precisa de mais proteção e a melhor forma de proteger seus ativos virtuais.

Como a governança de dados descreve funções e responsabilidades específicas, ela também ajuda a criar uma cultura de segurança cibernética. Depois de saber quem deve ter acesso a diferentes informações, você pode restringir as permissões de acesso conforme necessário. Você também poderá identificar casos de uso indevido e impedir ameaças internas, que aumentaram 44% nos últimos dois anos.

Também facilita a identificação de possíveis ineficiências e violações. Ao melhorar a visibilidade e definir padrões detalhados, tudo o que estiver fora dos parâmetros aceitáveis ​​se destacará, auxiliando em respostas mais rápidas.

À medida que o cibercrime se torna cada vez mais complexo e ameaçador, o papel da governança na cibersegurança torna-se mais urgente. Com isso em mente, aqui estão algumas práticas recomendadas para integrar a governança de dados à sua postura de segurança.

A governança de dados pode ser complicada, então muitas organizações podem precisar de ajuda para saber por onde começar. Um dos melhores lugares para começar é com um dos muitos regulamentos de privacidade em ascensão, como o GDPR ou o CCPA. Veja as estruturas regulatórias aplicáveis ​​ou amplamente adotadas para seus requisitos de governança de dados como ponto de partida para suas políticas.

Ao projetar e implementar estruturas, enfatize a visibilidade. Quanto mais você entender suas informações, onde elas estão e quem pode acessá-las, melhor poderá protegê-las e criar políticas de governança eficazes. Pode ser necessário usar uma ferramenta automatizada de descoberta e mapeamento para descobrir todos os dados necessários. Da mesma forma, você achará mais fácil gerenciar e proteger suas informações se as consolidar. Muitas empresas coletam dados de que não precisam e 54% das organizações hoje usam pelo menos quatro plataformas diferentes para gerenciá-los. Se você reduzir suas informações e as ferramentas que as acessam, minimizará as vulnerabilidades relacionadas e facilitará a aplicação de políticas de governança.

Contato

Entre em contato

Telefone

(11) 4270-0133

Whatsapp

(11) 97455-0304

Endereços

Rua Olimpíadas, nº 205, conjunto 41 - Vila Olímpia
Rua Soriano de Souza 189 - Salas 111 - 112 - 113

Precisa de ajuda?